Loki | O final do episódio 5 e suas teorias

Último episódio da primeira temporada será lançado na próxima quarta-feira.

Loki e Sylvie
Divulgação

Semanas após ter a sua exibição iniciada, mais precisamente em 09 de junho, a série Loki caminha agora para o capítulo de desfecho da sua temporada com um foco em desvendar os mistérios envolvendo a AVT, além de resolver várias questões da sua trama que foram deixadas em aberto no episódio 5.

- publicidade -

Muitas delas, é claro, envolvem justamente uma apresentação e definição sobre a identidade do seu verdadeiro vilão. Este, por sinal, é o caminho a ser seguido por Loki e Sylvie ao final do episódio mais recente que nos apresentou um vislumbre da possível residência deste antagonista.

Após apresentar um plano que inicialmente poderia ser visto como um suicídio, Sylvie de fato conseguiu atingir o objetivo de encantar a gigantesca criatura conhecida como Alioth. Entretanto, isto só foi possível também com a participação de Loki e da variante do Loki Clássico interpretado por Richard E. Grant.

- publicidade -

Enquanto a versão que conhecemos dos filmes do MCU ajudou Sylvie no encanto, o velho Loki de Grant foi responsável por uma grande exibição do seu poder ao conjurar uma ilusão em grande escala da própria Asgard, distraindo Alioth enquanto os outros canalizavam o seu poder para o encanto. Algo que, infelizmente, acabou terminando também em seu sacrifício diante da criatura. O resultado desta aventura, no entanto, foi justamente o vislumbre do local citado anteriormente.

Onde estão Loki e Sylvie ao final do episódio 5?

Sylvie em imagem promocional de Loki
Divulgação

Como abordado durante o episódio 5 de Loki, o Vazio é um espaço que existe no final da Linha do Tempo Sagrada – uma lixeira para realidades podadas e variantes. Isso significa que tudo o que está além dele, o mundo aberto para Loki e Sylvie após o encantamento de Alioth, deve estar no final do tempo ou fora dos limites temporais da linha do tempo. Olhando para as histórias anteriores dos quadrinhos da Marvel, isso deixa duas possibilidades principais de onde Sylvie e Loki realmente terminarão.

- publicidade -

A primeira opção é que o castelo visto por Alioth seja a Cidadela no Fim dos Tempos, um lugar mítico dos quadrinhos da Marvel com curiosos laços envolvendo os Guardiões do Tempo e a TVA. Nos quadrinhos, a Cidadela é a morada do diretor final da AVT (conhecido como He Who Remains em inglês), personagem que criou os Guardiões do Tempo no final do universo para tentar ajudar a guiar os ciclos futuros da linha do tempo. Obviamente, essa história já foi alterada significativamente no MCU, já que os Guardiões do Tempo foram revelados como falsos no episódio 4 de Loki. No entanto, é possível que o final do show invoque alguma nova versão deste personagem em sua explicação para a verdadeira história da origem da AVT.

A outra teoria, que é a mais popular nas redes sociais e através dos fãs, é de que o castelo é a cidadela de Kang, o Conquistador. Nos quadrinhos, Kang governa seu império temporal a partir da cidade de Cronópolis, que tem um castelo imponente no centro. A paisagem vislumbrada no final do episódio 5 de Loki é um pouco mais sombria do que a maioria das versões anteriores do local, mas isso pode ser apenas por causa das mudanças para o MCU. Kang está definido para fazer sua estreia no cinema em Homem-Formiga e Vespa: Quantumania, mas há rumores de que ele pode aparecer mais cedo.

Porque o Loki clássico se sacrificou?

Loki Clássico de Richard E. Grant
Divulgação

Como já destacamos no início do texto, o encantamento de Sylvie e Loki por Alioth não teria sido possível sem o sacrifício da variante clássica do Loki. Durante a maior parte do episódio 5, ele parecia desinteressado em sua cruzada, afirmando repetidamente que sua prioridade era sobreviver a qualquer custo. E ainda, quando Loki e Sylvie mais precisavam dele, ele voltou e se sacrificou para ajudá-los.

O motivo para tal atitude pode ter sido revelado em um monólogo anterior do Loki Clássico, onde ele explica como alterou sua própria linha do tempo. Ele diz que depois de escapar de Thanos usando ilusões, ele fugiu para um canto distante do universo e viveu em paz por anos. Eventualmente, no entanto, ele ficou sozinho e se perguntava se alguém lá ainda se importava com ele. Esse desejo de pertencer a algo, ou ter um propósito, é o motivo pelo qual o Loki Clássico decide voltar e ajudar na batalha contra Alioth.

Os indícios de que Kang é o vilão da série e seu castelo está no final do episódio 5

Kang o Conquistador pode estar em loki
Divulgação

Com o fim do episódio 5 de Loki, as especulações de que Kang está por trás da AVT/TVA só aumentaram. Existem várias razões convincentes para esta teoria, e a menos importante delas é a conexão histórica do vilão com a viagem no tempo e o controle da linha do tempo. Ao pensar em personagens estabelecidos da Marvel, capazes de criar e manter uma organização tão massiva quanto a AVT/TVA, Kang surge como a escolha mais provável.

Ele também tem um relacionamento de longa data com Ravonna Renslayer nos quadrinhos – uma personagem que esteve em destaque até agora na série Loki. Além disso, apresentar Kang no final da série poderia estabelecer seu relacionamento com Renslayer no MCU, construindo uma trama maior para Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania.

Outro ponto válido a ser citado é de que, além do castelo que parece existir fora do tempo, Alioth também tem fortes conexões com Kang. Nos quadrinhos, a criatura é ainda mais poderosa e serve como uma razão para Kang não expandir continuamente seu império. É o inimigo de Kang, não seu cão de guarda. Com o castelo misterioso e a presença de outra entidade conectada a Kang dos quadrinhos, é razoável supor que a estrutura mostrada em Loki seja a cidadela de Cronópolis, de Kang.

Entretando, mesmo que as dicas sejam evidentes, o episódio 5 de Loki não torna nada definitivo. O castelo no vazio também tem uma semelhança com o Castelo do Doutor Destino. Com um filme do Quarteto Fantástico já anunciado pela Marvel Studios, o vilão clássico pode estar na fila para fazer sua estreia no MCU. Também existe a possibilidade de que uma variante do Loki esteja por trás de tudo. Afinal, a filosofia do Deus da Trapaça, que inclui libertar as pessoas de fazerem escolhas, alinha Loki com a missão da AVT. Uma vez que Loki é uma série sobre o Deus do Mal, todos os fãs devem esperar o engano.

Leia também: Marvel Studios e DC Films não terão painéis na [email protected] 2021

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes e séries de heróis no Universo HeroicoAproveite também para seguir a nossa conta no instagram.

-publiicidade-
Loki | O final do episódio 5 e suas teorias 1
Marco Victor Barbosahttps://www.jornadageek.com.br/
Formado em Jornalismo desde 2012, é o fundador dos sites Universo Heroico e Jornada Geek. Antigo frequentador de locadoras, colecionador de filmes, e agora um apaixonado por streamings. Amante de filmes, séries e games, além de acreditar que é possível vivermos em um mundo onde possa gostar de Marvel e DC.
-publicidade-
498FansCurti
14,815SeguidoresSeguir
1,363SeguidoresSeguir

Últimas Postagens

-publicidade-

Artigos Relacionados